Nelsinho Santana – O Santo de Ibitinga

Nelsinho Santana

Quadro Nelsinho Santana

Nelsinho Santana nasceu em Ibitinga, em 31 de julho de 1955 e aos 7 anos, era o 3º de oito filhos do casal João Joaquim Santana e Ocrécia Santana

Nelsinho após cair brincando na fazenda onde os pais viviam, machuca-se  gravemente o braço, e por decorrência da gravidade, sentindo dores insuportáveis que o levaram a duas internações, em uma delas teve de amputar o braço esquerdo, Ele encarou tudo com humildade e avisou ao padre Rudolfo que Jesus o havia chamado e que queria passar o Natal no Céu. Após 18 meses de dor e sofrimento veio a falecer aos 9 anos na Santa Casa de Misericórdia de Araraquara, na véspera de natal de 1964 às 19 horas, foi sepultado em Araraquara no dia de Natal como indigente, pois a família não tinha recursos para bancar o funeral. Depois uma sepultura perpétua foi doada por uma família religiosa.

Nelsinho é conhecido em todo Brasil pelos milagres e graças alcançadas que a ele são atribuídos através de vários devotos de Araraquara e região.

Um dos supostos milagres atribuídos a Nelsinho e que será enviado ao Vaticano como testemunho para sua beatificação, foi o fato que ocorreu no ano de 2007 quando o menino Vitor da Silva Leitão, de um ano, que sofria de uma doença chamada Macroencefalia (crescimento anormal do crânio), foi curado em Brasília (DF) sem explicação médica.

A família, na época, relatou que tinham recebido uma cópia da certidão de óbito de Nelsinho e que havia pedido por sua intercessão.

Em 24 de Outubro de 2011 às 17h30m seu corpo foi exumado na presença de componentes do Tribunal Eclesiástico da Comissão Histórica para a Causa de Beatificação, de seus amigos e familiares, de funcionários do cemitério, dos guardas municipais, de uma das filhas de Nelson Giovani, do médico legista e de seu auxiliar.

Cripta no interior da Igreja Matriz, da Paróquia Senhor Bom Jesus, em Ibitinga-SP.

Cripta no interior da Igreja Matriz, da Paróquia Senhor Bom Jesus, em Ibitinga-SP.

Os restos mortais do “Servo de Deus” foram colocados em duas caixas e transladados para a Paróquia Senhor Bom Jesus, em Ibitinga, onde o corpo foi preparado para ser colocado na cripta que foi construída dentro da Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus, em Ibitinga-SP, cidade natal do menino Nelsinho e onde seu pai, irmãos e familiares ainda moram, esta missa solene ocorreu em 20 de Dezembro de 2.011, às 19h30min, e marcou o encerramento da fase diocesana do processo de beatificação e canonização do “Servo de Deus” o menino Nelsinho.

A partir dessa data, seus restos mortais se encontram sepultados na cripta no interior da Igreja Matriz, da Paróquia Senhor Bom Jesus, em Ibitinga-SP.

No dia 20 de fevereiro de 2.012, foi aberto seu processo no Vaticano e será estudado por teólogos/peritos e comissão médica composta por 5 membros  e levada a apreciação dos Senhores Bispos e Cardeais da Sagrada Congregação para a causa dos santos, para futura aprovação do Papa para ser beatificado e canonizado ( reconhecido como santo pela igreja e elevado as honras dos altares ) como modelo e exemplo de alguém que amou e seguiu Jesus e foi santificado por Ele.